Mulheres fizeram emboscada a motorista da Uber morto em Araucária

Segundo informações da polícia, as mulheres atraíram a vítima para uma casa com a intenção de roubá-lo, com a ajuda de comparsas.

As duas mulheres presas por suspeita de envolvimento na morte do motorista da Uber Ricardo Habitzreuter fizeram uma emboscada para roubá-lo, disse a Polícia Civil nesta quarta-feira (2).

O crime foi em 23 de abril, em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba.





De acordo com as investigações, o motorista mantinha relações com uma das suspeitas, de 30 anos, havia três meses. Ela e uma amiga, de 28 anos, convidaram Habitzreuter para um encontro em uma casa. Com a ajuda de dois comparsas, armados, tinham a intenção de simular um assalto.

A vítima então foi rendida em um dos quartos da casa e teve mãos e pernas amarradas. Em seguida, foi colocada no porta-malas do próprio carro.

A intenção, segundo o delegado João Marcelo Henke Chagas, responsável pelo caso, era roubar o dinheiro que Ricardo dizia ter no banco, ainda conforme a polícia.

Mulheres fizeram emboscada a motorista da Uber morto em Araucária
Mulheres fizeram emboscada a motorista da Uber morto em Araucária

“[Os homens] falaram para elas: ‘Olha, agora a gente vai sair com ele e sacar o dinheiro’. Pela hora e pelo fato de que a gente ouviu de que ele não tinha dinheiro na conta, muito provavelmente esse saque não ocorreu. Passando mais ou menos uma hora, os dois rapazes voltam e falam: ‘A gente não sacou o dinheiro, a gente deu um fim nele, e vamos ficar com o carro’”, diz o delegado.

O corpo do motorista foi encontrado na manhã de 24 abril, às margens do rio Passaúna, em Araucária. A polícia ainda investiga em quais condições ele foi assassinado.

Nesta quarta-feira (2), um dos suspeitos, de 19 anos, foi preso em Guaratuba. Ele foi levado para a Delegacia de Araucária, onde estão presas as mulheres. O outro suspeito segue foragido.

Fonte: G1 Notícias

Deixe sua avaliação

Veja também:

uber-processada

Uber é processada por não oferecer carro adaptado para cadeirantes

Equal Rights Center entra com processo contra Uber por que a empresa não oferece carro …